Pages

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Hattusa parte 3
















Como vocês sabem, a alma do meu blog são as fotos, pois além das informações escritas e comentadas aqui por mim, as fotos são um veículo, através do qual, podemos ver e sentir mundos diferentes! Sendo assim, mais umas fotinhos sobre Hattusa, capital do Império Hitita. Local que recomendo seja visitado por todo aquele que for um amante da história e da arqueologia.

Foto 1, deus Sharumma (os deuses Hititas são sempre as figuras que usam esses chapéus enormes), considerado protetor do grande rei Tuthaliya, carregando o rei e mostrando a ele o caminho a seguir;
Foto 2, Escalando uma das muralhas;
Foto 3, Capela dos Hieroglifos, onde estão escritos todos os feitos do rei Suppiluliuma II com a ajuda de todos os deuses;
Foto 4, entrada para uma das passagens de acesso a cidade;
Foto 5, passagem de acesso a cidade.










3 comentários:

Mari disse...

Adorei tuas fotos! Lindas!

ManDrag disse...

Eu não quero acreditar que isto me tenha acontecido!
Escrevi um comentário falando de vários aspectos da sociedade Hitita e da cidade de Hattusa (tal como nos anteriores) e no fim ao querer ampliar uma das fotos para ver melhor em pormenor, acabei por perder o texto.
Vou tentar reescrever tudo de memória. Uff...

ManDrag disse...

Do que sei Hattusa fica numa região montanhosa e a cidadela, meticulosamente fortificada, situava-se bem no alto (a foto da escadaria) rodeada de terrenos férteis, nas encostas mais abaixo, que supriam as necessidades da população.

Os Hititas formaram uma sociedade organizada e culta. Tinham uma língua própria e usavam uma escrita cuneiforme e também uma escrita hieroglífica, como mostras numa das fotos.

A foto com o túnel de acesso à cidadela mostra bem o cuidado que eles dedicavam à defesa do seu baluarte maior; onde se encontravam os palácios da corte e os templos. Mas nem mesmo todas essas fortificações bastaram para se protegerem de si próprios e da sede de poder. O declínio do seu império começou numa guerra civil e terminou no incêndio da própria Hattusa, que em seguida abandonaram.

Espero ter recuperado o melhor do comentário perdido.

Um abraço com amizade e votos de bom fim de semana