Pages

sábado, 22 de outubro de 2011

Hasankeyf

















Hasankeyf é uma pequena cidadezinha localizada na província de Batman, ao sul do Rio Tigre, na região sudesteda Turquia. Não se sabe ao certo que povo foi o fundador da localidade, mas estudos demonstraram que Hasankeyf já era habitada por volta do ano 1000 AC. O que mais impressiona no local é o conjunto de cerca de 5 mil cavernas, que foram habitadas pelos romanos, bizantinos, sassanidas e Artuqids ( quando Hasankeyf foi capital por cerca de 130 anos). Hasankeyf teve vários nomes ao longo de sua existência e de acordo com a civilização que nela habitou: Hisni Keyfa, Hüsnül Mülük, Hüsnul Lugub e Bajer foram alguns desses nomes. A época de ouro de Hasankeyf se deu durante o domínio dos Artuqdis e dos Eyyübies (descendentes de Saladino), que construíram a velha ponte sobre o rio Tigre, o pequeno e o grande palácio (que fazem parte do complexo de mais de 5 mil cavernas). Toda a infra-estrutura construída na cidade durante esse período fez com que Hasankeyf se tornasse parte da rota da seda. A cidade esteve sob o domínio dos eyyübies de 1232 até 1260, quando os mongóis a invadiram e saquearam. Hasankeyf passou a fazer parte do império otomano em 1515. O local é habitado predominantemente por curdos, sírios , árabes e cristãos sírios.

A cidade hoje vive basicamente do turismo, embora Hasankeyf não seja ainda muito conhecida pelas operadoras de turismo, o que é uma pena, pois é um dos mais belos sitios arqueológicos da Turquia, a céu aberto, ainda pouco explorado. No entanto, toda essa beleza e história estão ameaçadas de sumirem do mapa, já que o governo turco e um grupo de países estão apoiando a construção, no local, da barragem de Ilisu. Existe um projeto, desde 2008, que pretende inundar o local para a construção da barragem, que iria solucionar o problema da falta de água em que vivem as populações vizinhas. Em dezembro de 2008 a Alemanha, a Áustria e a Suíca retiraram o apoio financeiro ao projeto, solicitando ao governo turco que encontre soluções de impacto ambiental mínimos, a fim de que todo o sítio arqueológico de Hasankeyf possa ser preservado. Vamos torcer para que se encontrem novas alternativas e Hasankeyf e sua história não venham a desaparecer.

Foto 1: Vista panorâmica de Hasankeyf e seu complexo de cavernas, as margens do rio Tigre;

Foto 2: Complexo de cavernas;

Foto 3: Vista de parte do pequeno palácio, construído pelos Eyyübies, ao fundo o rio Tigre;

Foto 4: Área reservada às escavações;

Foto 5: Entrada do complexo;

Foto 6: Principal rua de comércio de Hasankeyf, onde se pode notar o minarete da mesquita El Rizk, construída em 1409 pelo sultão Süleyman Eyyübi. No topo da mesquita existe um imenso ninho de gaivotas.











3 comentários:

Mari disse...

Nossa, amiga! Que maravilha de lugar! Aregião do leste turco não é turisticamente muito promovida por causa de todos esses problemas com a questão curda...Mas é uma pena. Olha a beleza que muita gente deixa de conhecer.Que privilégio poder ler essas matérias em portugues!
Parabéns,amiga! Continue pois estou adorando!

Fatima de Andrade disse...


Olá!!

Estou amando em conhecer a história deste país, através de suas belas postagens. Não deixe de postar mais e mais informações, pois estou ficando expert na história da Turquia!!

Muito obrigada!!!

Jane Cortes disse...

Espero sinceramente que a mobilização contra a inundação desse lugar tão lindo,tenha seus frutos e que ele fique intocável.
Para que outros assim como eu possa ter a possibilidade de conhecê-lo.

Hürrem,obrigada pela prontidão em responder.

Muito obrigada!!